Brinque com seu cão

Tem gente que gasta um dinheirão comprando brinquedos para o cachorro e acha que é só isso. Vou te contar uma coisa: para o seu cão, o melhor brinquedo do mundo é você. Qualquer objeto pode se tornar interessante pra ele se for interessante pra você também. Por isso que “roubar” um item seu e sair correndo é uma das brincadeiras favoritas dos filhotes.

Brincar é importante para os cães. Serve para o dog conhecer as capacidades do próprio corpo, para estabelecer relações sociais, desenvolver a inteligência e a capacidade de resolver problemas, e ainda para se exercitar. Brincar é tão importante para os peludos quanto é para as crianças (humanas).

Se você não sabe como brincar com seu cachorro, vou te ajudar.

1 – Brinquedos

Quando a gente fala em brincar, brinquedos vêm logo à cabeça. Mas você não precisa comprar coisas caras – ou um monte de brinquedos – para fazer seu cão feliz. Compre itens fabricados com diferentes materiais e observe para descobrir o tipo favorito de brinquedo do seu peludo. Galileu ama qualquer coisa que faça barulhinho. Bruno adorava pelúcias. Ao chegar do pet shop com um item novo, faça a maior festa, mostre o pacote fechado e diga ao seu cão que trouxe um presente pra ele. Deixe que desembrulhe sozinho, mas apenas se o brinquedo não tiver um saco plástico, arame ou etiqueta que possa machucar ou ser engolida. Depois de desembrulhar, brinque junto com seu cão por alguns momentos. Tudo isso agregará valor ao brinquedo, mesmo que tenha custado uns poucos Reais.

2 – Buscar e trazer

Galileu tinha 2 meses de idade quando ensinei essa brincadeira e até hoje é a favorita dele. Recuperar objetos e trazer para o dono é algo natural para os cães. Acho que é por isso que a brincadeira faz tanto sucesso. Pode ser usada uma bolinha, um brinquedo ou mesmo uma garrafa pet vazia.

3 – Encontrar

Também é natural para os cães encontrar coisas ou pessoas seguindo o faro. Você pode esconder petiscos pela casa ou, com a ajuda de outra pessoa para segurar o cachorro, se esconder para que ele te ache.

4 – Onde está

Numa variação da brincadeira anterior, esconda um petisco em uma das mãos e mostre as duas para o dog. Só abra a mão e deixe ele pegar o petisco quando tocar sua mão com a pata (você brincou disso com os amigos quando era criança).

5 – Pique-pega

Você corre atrás do cão e ele corre atrás de você. Mais simples impossível.

6 – Cabo de guerra

Outra brincadeira baseada no instinto natural. Todo filhote provoca o dono pra brincar de cabo de guerra usando um brinquedo ou qualquer outro objeto. Cuidado com objetos curtos. Já levei algumas dentadas incidentais fazendo cabo de guerra com brinquedos pequenos rsrs

7 – Morder

Mais natural que essa brincadeira para o cão não existe. Mas atenção! Só aceite a brincadeira de morder depois que seu filhote aprender que não pode te morder de verdade, que só pode fingir. Caso contrário você irá impedir um aprendizado importantíssimo na vida de um canino.

8 – Qualquer outra brincadeira que ele gostar

Teste seu peludinho e veja do que gosta, no que acha graça.  Não existe receita pronta, cada cão é uma personalidade diferente. Galileu acha divertido esconder o focinho quando assopro na carinha dele. Espero ele mostrar o focinho novamente e assopro de novo. Geometria não vê o menor sentido nisso.

Aprenda a respeitar o tempo e humor do animal. Se ele está a fim de dormir agora, não insista na brincadeira.

Boa diversão para vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *