Raças de cães: Schnauzer miniatura

Eu tenho dois schnauzers, Bruno e Geometria. Uma vez passeava com eles quando uma moça me abordou querendo conhecer mais sobre a raça, pois estava pensando em comprar um para seu filho. Explicou que o garoto tinha um hamster, mas queria um cachorro. Aconselhei a não ter no mesmo apartamento um roedor e um schnauzer, afinal a raça foi utilizada para caça de roedores rsrs

Dias depois ela veio me procurar novamente para pedir o telefone do adestrador dos meus cachorros. O hamster havia morrido e o schnauzer já estava com a família.

De acordo com a Confederação Brasileira de Cinofilia, o schnauzer miniatura foi criado por volta do final do século XIX, início do século XX, ou seja, depois do schnauzer standard. O miniatura é uma versão menor do standard. Ao contrário do que acontece com muitas raças, quando “diminuído” o schnauzer não ganhou traços de nanismo, como pernas curtas. É um cão forte, mas compacto, com construção quadrada.

O temperamento é o de um cão de guarda, ou seja, protetor e apegado à família. Com estranhos o schnauzer é reservado inicialmente, mas depois que conhece a pessoa faz amizade.

Bruno
Bruno (lindão!)

A pelagem, de acordo com o padrão da raça, deve ser densa e dura. Para que o pelo fique desse modo é necessário fazer tosas com uma espécie de faca específica que arranca parte do pelo. Como nunca fiz isso nos meus schnauzers, eles têm pelo macio. As cores podem ser, preto, sal e pimenta (cinza e branco), preto e prata, ou branco.

bruno e geometria
schnauzers em sintonia

Fiquei apaixonada pela aparência da raça quando vi pela primeira vez. Passei anos desejando um schnauzer e em 2005 resolvi que havia chegado a hora. Comprei o Bruno do canil de amigos em Porto Alegre, o Canil Von Sandburg. Ele veio para o Rio de Janeiro de Variglog 😛 com 45 dias de vida.

Bruno com 31 dias de vida
Bruno com 31 dias de vida

Eu não conhecia quase nada do temperamento do schnauzer e não estava acostumada com raças de guarda (meu cachorro mais velho é um poodle!). O começo foi difícil e o que aprendi com o adestrador foi essencial.

Anos mais tarde chegou, por obra do destino, a Geometria, nascida no mesmo canil. A história dela contarei em outro post.

Se você pensa em ter um schnauzer – ou qualquer outra raça de cachorro – se informe primeiro. Para ser uma boa mãe de cachorro é preciso educar o bichinho e para isso conhecimento é fundamental. Educar um pequeno ser humano, que se comunica do mesmo modo que você, já não é tarefa simples. Imagine educar um serzinho que se comunica de modo totalmente diferente?!

Conta pra mim, qual sua raça favorita?

4 thoughts on “Raças de cães: Schnauzer miniatura”

  1. Olá. Legal seu blog.
    Estou querendo comprar um Schnauzer e o escolhi pelas seguintes características:
    1- Se dá bem com crianças
    2- fica tranquilo sozinho (já que passo o dia fora). Alguns sites dizem o contrário.
    3 – tem porte pequeno pra médio

    Porém, estou um pouco receoso com relação a outras crianças e estranhos. Vi que por ele ser de guarda, não se dá bem com estranhos. Como recebo muito gente em casa e amigos com filhos, fiquei preocupado com isso. Como ele reage a outras crianças principalmente? Amigos e filhos pequenos de 3 a 5 anos que chegarem em minha casa terão que manter distância dele?

    1. Gustavo, parabéns pela escolha 😉 O schnauzer não é um cão efusivo com visitas logo que elas chegam, mas não vai atacar se souber que você está no comando da situação. Vai latir forte e pode até deixar com um pouco de medo quem não está acostumado com cachorro, mas nada que dure mais que um minuto. Cinco minutos depois que a visita entrou e sentou ele vai começar a se aproximar e, dependendo da personalidade, em 10 minutos estará no colo do visitante pedindo carinho. Acontece do mesmo modo com filhos das visitas, mas é sempre bom você acostuma-lo com crianças desde filhotinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *