Cada coisa em seu lugar

Como disse no post anterior, preparei para este mês uma série de textos pra te ajudar a aprender a lidar com a casa. Hoje vou falar sobre uma técnica simples, mas capaz de fazer milagres pela sua rotina.

Cada coisa precisa ter um lugar para “morar”.

Cada objeto que existe no seu lar, do menor ao maior, precisa ter um lugar fixo onde é guardado.

Para os objetos grandes, como cama, geladeira, guarda-roupas, a gente naturalmente define um lugar. A coisa já fica um pouco mais complicada com os objetos de tamanho médio. O ventilador, que no verão levamos conosco para todos os cantos, mas no inverno não sabemos bem onde colocar. A bicicleta, quando você não tem uma garagem ou bicicletário para deixa-la, vai de um lado para o outro, ora atrapalhando a abertura de um armário, ora a movimentação de uma cadeira.

Com os objetos pequenos, então, vêm as grandes dificuldades. Onde deixar o grampeador de papéis, as caixas dos óculos escuros, as chaves de casa? Meu marido já chegou tarde no trabalho porque eu saí primeiro e ele passou horas procurando a chave para poder abrir a porta.

A princípio pode parecer difícil a ideia de arrumar uma “casa” para cada coisa, mas garanto que não é impossível.

Defina uma data de início para o processo, amanhã, por exemplo. Quando você voltar para casa após o trabalho, decida onde irá deixar a bolsa e as chaves. No dia seguinte, estes objetos deverão voltar exatamente para os mesmos lugares que você definiu hoje.

No segundo dia, decida os lugares para as outras coisas que você trouxer da rua: guarda-chuvas, sapatos, sacola de compras, etc. Comprou uma roupa nova, escolha na hora em que gaveta ou cabide ela irá morar. A cada dia repita o processo com mais alguns itens que normalmente estariam jogados por aí, até que tudo tenha um lugar certo.

É muito importante envolver os outros membros da família no processo. Não adianta você definir lugares para os pertences das outras pessoas. O cantinho que para você parece perfeito, pode não ser o ideal na opinião do seu marido. Além disse, as pessoas não têm como simplesmente “adivinhar” que a partir de hoje as chaves devem ficar naquele bowl perto da porta, não é verdade?

Agora que cada objeto tem uma “casa”, vem a melhor aplicação prática dessa técnica.

Reserve de 5 a 15 minutos à noite para passar por todos os cômodos, colocando os objetos de volta em suas “casas”. O copo deixado na mesa de centro, as Havaianas largadas perto da entrada, o tablet abandonado sobre a mesa de jantar. Quando você acordar e encontrar tudo no lugar, vai começar o dia cheia de ânimo!

Além disso, quando nada está nada fora do lugar, a casa parece limpa, mesmo que não esteja. #ficadica

Bjs e até o próximo post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *