DIY: Jogo da memória em inglês

Crianças são como esponjas. Elas têm sede de aprender e absorvem conhecimentos novos com muita facilidade. Infelizmente a sociedade em que vivemos ensina nossas pequenas “esponjas” a serem consumistas, ao invés de serem criativas.

Dia das Crianças e a TV cheia de comerciais que ensinam a garotada a ser consumista. Mas você pode aproveitar a ocasião para remar contra a maré e ensinar seus filhos a serem criativos. Chame seus filhos para um DIY especialmente dedicado a eles!

Gostou da ideia? Então continua a leitura para ver como fazer.

Como as crianças absorvem conhecimento com facilidade, aprender uma segunda língua é muito mais simples para elas do que para adultos. Dou aulas de inglês para adolescentes e adultos e vejo como aprender pode ser difícil para alguns. Por que não aproveitar a facilidade natural e começar a ensinar inglês para a garotada? Curso, aulas? Nada disso, brincando em casa mesmo!

Brinquedos podem divertir e também ensinar. No DIY para o Dia das Crianças vamos juntar tudo isso em um jogo da memória em inglês.

Você vai precisar de:

  • computador com acesso à internet
  • editor de textos, como o Word
  • impressora
  • papel
  • cartolina
  • lápis ou lapiseira
  • régua
  • cola em bastão
  • tesoura ou estilete
  • lápis de cor, aquarela ou giz de cera

 

1 – Encontrar figuras

Usando a busca de imagens do Google, você vai procurar figuras de coisas que façam parte do universo dos seus filhos, como cão (dog), gato (cat), carro (car), ônibus (bus), menino (boy), menina (girl), etc. Ao digitar a palavra na busca acrescente png (assim: boy png). Desse modo, o Google vai retornar resultados de arquivos do tipo .png, que por terem melhor resolução, saem melhor na impressão. Logo abaixo da caixa de busca você verá a opção Ferramentas de pesquisa. Clicando nela será exibido um menu de opções para refinar sua busca. Clique em Tipo e depois em Clip Art.

Procure por figuras que não sejam coloridas, assim as cores não irão interferir no jogo depois. Ao encontrar uma imagem que goste, clique nela e depois no botão Visualizar imagem. O Google abrirá uma nova aba no seu navegador, exibindo a figura. Com o botão direito do mouse, clique sobre a imagem e escolha Salvar imagem como… Crie uma pasta no computador para concentrar todas as imagens salvas, assim não terá que ficar buscando o que quer no meio de um monte de outros arquivos.

A quantidade de figuras a serem usadas no jogo vai depender das idades dos seus filhos. Comece com 10 figuras e depois vá fazendo mais à medida que as crianças forem dominando o vocabulário.

2 – Imprimir as figuras

No editor de texto, abra um documento novo. Eu uso Word, da Microsoft. Por isso, as instruções que darei a seguir são baseadas nele.

Na aba Inserir, clique em Imagens. Encontre a pasta que criou para salvar os arquivos baixados pelo Google Imagens. Clique na primeira figura e no botão inserir. Provavelmente a imagem que você inseriu é muito grande para o que queremos, então vai precisar diminuir o tamanho.

Ao inserir a imagem, a aba Ferramentas de Imagem/Formatar estará ativa. No canto direito dessa aba você verá as opções de tamanho. Uma janela mostra a medida vertical da figura, a outra mostra a medida horizontal. Clicando sobre a maior medida, você vai digitar 5 e dar enter. O Word vai reduzir o maior lado da figura para que fique com 5 centímetros. O lado menor será reduzido automaticamente, mantendo a mesma proporção.

Antes de inserir a próxima figura, use a seta para direita no teclado, para exibir o cursor. Pressione a barra de espaço duas ou três vezes para mover o cursor. Assim você garante que a próxima imagem será inserida com alguma distância da anterior, facilitando o corte depois.

Repita os passos para inserir cada imagem. Quando todas estiverem na página é só imprimir.

3 – Recortar as figuras

Aqui você já pode colocar a garotada para participar, se quiser. Desenhe linhas retas entre as figuras e peça que cortem sobre as linhas com tesoura sem ponta. Ou você mesma pode cortar com o estilete para ser mais rápido.

4 – Colar as figuras na cartolina

Como as imagens foram impressas em papel comum, será preciso colar sobre cartolina ou papel cartão reaproveitado para torná-las mais resistentes às mãozinhas que irão jogar. Embalagens vazias de cereal são excelentes para isso.

Com o lápis, faça marcas nas bordas da cartolina com 6 cm de distância uma da outra. Depois trace linhas usando as marcas como guia. A ideia é delimitar quadrados de 6 cm. Cada quadrado receberá uma figura, por isso no Word reduzimos o maior lado de cada imagem para ficar com 5 cm.

Use cola em bastão, que não vai enrugar o papel. Passe a cola no verso de cada figura e vá colando nos quadrados que desenhou. Aqui a garotada também ajuda, claro. Você só precisa orientar.

Depois que a cola secar, recorte a cartolina nas linhas separando as peças do jogo, que terão todas o mesmo tamanho.

5 – Escrever as palavras em inglês

Cada figura deverá ter uma peça correspondente com a palavra em inglês. Se você não souber inglês ou ficar na dúvida, use o Google Tradutor.

Em uma folha branca (do mesmo tipo usado para a impressão das figuras), escreva em inglês os nomes das imagens que escolheu para o jogo. Você pode fazer no Word, mas garanta que nenhuma palavra tenha mais que 5 cm de largura para caber direitinho no cartão.

Se escrever à mão, faça letras com tamanho legal para serem lidas mesmo pelo jogador que estiver um pouco distante.

Em uma cartolina, repita as marcações com 6 cm de distância. Cole uma palavra em cada quadrado usando cola bastão. Recorte nas linhas.

6 – Identificar os pares

O objetivo do jogo é que sejam formados pares com as figuras e seus nomes em inglês. Como os jogadores ainda não sabem os nomes, usaremos cores para facilitar essa identificação.

Pegue um par de peças, escolha uma cor de lápis de cor, giz de cera ou aquarela, e pinte-as.

Pegue outro par, escolha outra cor e pinte as peças (ou entregue aos pequenos ajudantes para pintarem).

Não pode repetir cor em pares diferentes.

Ao final você terá peças assim:

ball-1 ball-2 book-1 book-2

7 – Jogar!

Terminado o trabalho, é hora da diversão! Você sabe como é o jogo da memória, não preciso falar. Só não esqueça de explicar para os filhos que as cores identificam os pares.

Não diga os nomes dos objetos em português, não é necessário. Diga apenas em inglês.

Um dos grandes entraves para adultos aprenderem inglês é a mania de traduzir. Sempre explico para meus alunos que quando eram bebês e estavam começando a falar português, aprenderam os nomes das coisas apenas vendo os objetos e ouvindo as palavras serem ditas pelas pessoas. Não foi necessário traduzir a palavra bola para aprender que aquela coisa redonda se chamava bola.

Então não dificulte a aprendizagem de outra língua para os seus filhos ensinando-os a traduzir. Deixe que aprendam inglês do mesmo modo como aprenderam português.

Me conta nos comentários como foi a experiência. Vou adorar saber!

Feliz Dia das Crianças!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *