Tradições natalinas: bolas

No primeiro post sobre as tradições natalinas, descobrimos como surgiu a árvore de Natal. Hoje vamos aprender como surgiram as bolas que usamos para enfeitar a árvore.

Inicialmente as árvores de Natal eram enfeitadas com frutos de verdade, que eram comidos na Festa de Reis, em janeiro. Segundo o site da AASCJ, foi em 1847 que Hans Greiner, um mestre videiro alemão, fabricou frutas e nozes de vidro para enfeitar a árvore da família. Em 1858 a França se viu sem frutos para enfeitar as árvores em razão de uma grande seca, o que levou um artesão vidreiro de Meisenthal a também fabricar frutos de vidro. E desse modo o costume dos frutos de vidro de espalhou pelo mundo.

Hoje em dia as bolas que encontramos à venda são de plástico. Acho isso uma pena porque as de vidro que existiam quando eu era criança eram muito mais bonitas. É bem verdade que elas quebravam com extrema facilidade, mas a beleza valia o risco.

As últimas bolas de vidro que tive foram extintas pela minha gata rsrs Eu tinha uma pequena árvore e comprei bolinhas pequenas para ficarem proporcionais. As bolinhas tinham um arame onde a gente passava o cordão para pendurar. Minha gata descobriu que se puxasse, a bolinha saía do arame e virava brinquedo. Ela passou vários natais tirando bolinhas e brincando até se quebrarem.

Você usa bolas para decorar a árvore, ou prefere outro tipo de enfeite menos tradicional? Conta nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *