Técnica dos envelopes de dinheiro

  1. Se seu mês acaba antes do salário e você achou muito complicada essa história de orçamento familiar, precisa conhecer a técnica dos envelopes de dinheiro.

Comecei a trabalhar aos 16 anos e não sabia nada sobre finanças. Não demorou muito pra quebrar a cara com o banco e a conta que meu primeiro empregador abriu pra mim. Depois que meu nome foi para o cadastro de emitentes de cheques sem fundos do Banco Central, decidi tomar uma atitude pra melhorar minha saúde financeira.

Meu salário era pago em cheque. Em vez de depositar, eu descontava e logo em seguida separava os valores necessários para as diversas despesas: contas de casa, carnês, transporte. Reservava até um valor para sair com os amigos. Escondia tudo no guarda-roupas e ia tirando o dinheiro para fazer os pagamentos. Quando acabava a grana, acabava a gastança.

Internet não existia naquela época e só anos mais tarde descobri que essa é chamada técnica dos envelopes.

Comece separando os valores necessários para as despesas fixas (aluguel, contas de água, gás, eletricidade, telefone, financiamentos, etc). Em seguida separe para as despesas de valores variáveis mas essenciais, como mercado e combustível. Por último, se sobrar alguma coisa, reserve para as despesas não essenciais, como cafezinhos e cervejas na rua, baladas, roupas e sapatos, etc. Coloque cada valor em um envelope e escreva por fora a que se destina. Se não sobrar dinheiro para os “não essenciais”, veja o que pode fazer para reduzir as despesas fixas.

Tenha disciplina e não tire dinheiro de um envelope para cobrir outro que já ficou vazio. Vale não deixar os envelopes à vista (esconda no guarda-roupas) para diminuir a tentação.

Você pode achar difícil acreditar, mas tem gente que vive com mais do que ganha. Tenho amigas que fazem isso e eu mesma já fiz. Isso é loucura! Se você ganha R$ 5.000,00 por mês, esse é o limite que pode gastar. Não conte com o valor disponível no cheque especial. Não compre no cartão pra depois ver como faz pra pagar.

Dá pra ter conta em banco e cartão de crédito e viver com o que ganha. Mas se você ainda não adquiriu a disciplina e o auto-controle necessários, encerre a conta, cancele o cartão e adote a técnica dos envelopes enquanto for necessário.

Você já tinha ouvido falar dessa técnica? Conta pra gente nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *