Professor e tecnologia | Evernote

Professor é um profissional que lida com quantidades enormes de informação. Nomes de alunos, notas, matérias a serem dadas, textos e questões, etc. Informação desorganizada não serve para nada. Então, como administrar tudo isso?

Com tecnologia.

Se você é professor e não conhece o Evernote, está na hora de conhecer.

Como o próprio Evernote se define, ele é seu segundo cérebro.

Evernote é um serviço baseado na nuvem, onde você pode reunir informações de todo e qualquer tipo.

Navegando pela internet você encontra um texto ou imagem muito interessante para usar com seus alunos. Imprime e guarda em alguma pasta? Não. Captura e salva no Evernote.

Tem um livro com questões excelentes, mas na hora de montar a prova não consegue encontrar? Escaneia e salva no Evernote.

Um aluno te entrega um bilhetinho e depois você não sabe onde colocou? Fotografa e manda para o Evernote.

Faz uma atividade com a classe valendo pontos na média. Anota os pontos em uma folha, que se perde entre as muitas folhas na sua pasta? Toma nota no app do Evernote para celular.

As informações enviadas para o Evernote viram notas. Estas podem ser organizadas em cadernos, mas também é muito fácil encontrar os conteúdos utilizando o excelente sistema de buscas.

Você pode usar o Evernote no site, acessando através de qualquer browser, ou pode baixar o app para Windows, iOS, Android ou Mac. Para capturar textos, imagens ou documentos no Windows, pode instalar a extensão para navegador.

O melhor de tudo é que você pode usar o Evernote sem pagar nada. Basta acessar o site https://evernote.com e se cadastrar no plano Basic. Se você começar a usar e gostar muito, pode adicionar funcionalidades fazendo uma assinatura paga. São 3 as opções de planos: Plus, Premium e Business.

Este post não é um publi. Sou usuária do Evernote desde 2008. Uso para administrar informações de toda a minha vida, pessoais e profissionais. Eu amo o Evernote.

Você já conhece? Se animou para usar o Evernote e facilitar seu trabalho? Conta pra gente nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *