Economize cozinhando

Eu não cozinhava. Quer dizer, cozinhei nos primeiros anos do casamento para agradar o marido, mas acabei abandonando o ofício. Nós já almoçávamos na rua por causa do trabalho e a última coisa que eu queria fazer quando chegava em casa era ir pra cozinha.

Às vezes no final de semana eu ficava de bom humor e preparava um prato, mas coisa sem compromisso.

Aí veio a crise na economia do país. Durante o ano de 2016 uma das coisas que mais subiu de preço foi comida em restaurante e pra gente essa conta foi ficando cada vez maior. Pensei que talvez pudesse economizar voltando à cozinha.

Comecei meio devagar, cozinhando nos finais de semana. No sábado pela manhã eu trabalho, então passei a preparar o almoço na véspera para só precisar esquentar quando chegasse em casa.

Aos poucos fui pegando o jeito e passei a fazer comida todos os dias. Comer na rua era regra. Passou a ser exceção.

A economia foi enorme! Moramos na Zona Norte do Rio de Janeiro. Por aqui um almoço para duas pessoas em restaurante de quilo simples, custa em torno de R$ 50. Ou seja, almoço e jantar na rua por 30 dias custariam R$ 3.000,00. Gasto mais ou menos R$ 600 no mercado comprando comida para o mês todo. Me diz se não foi uma baita economia?

Se você também é dessas que tem preguiça de encarar o ofício de fazer comida em casa, esses números vão te motivar a mudar. Programe-se direitinho e não será complicado. No próximo post vou dar dicas pra simplificar o processo.

Me conta nos comentários se você cozinha ou come sempre na rua.

Bjs e até o próximo post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *