Galileu

Este é o Galileu, meu filho de 4 patas e amor da minha vida.

Quando tirei esta foto ele tinha pouco mais de 1 ano de idade. Ontem ele completou 12 aninhos.

Tenho outro dois filhos de patas, mas a ligação com Galileu é diferente.

Foi em 2004 que ganhamos um poodlezinho branco, marrom e preto (depois os pelos ficaram branquinhos apenas). No dia em que fomos busca-lo na casa em que nasceu eu não tinha a menor ideia de como aquela bolinha de pelos mudaria minha vida. Não tinha ideia da importância que ele teria para mim e para todas as pessoas que o conhecem — até quem não gosta de cachorro acaba gostando do Galileu.

Cada dia vivido ao lado desse “branquelo” é uma lição de vida. Aos 10 anos de idade ele fez uma luxação no fêmur esquerdo (o osso desencaixou do quadril). Mesmo sentindo uma dor descomunal, olhava pra mim e abanava o rabo. Precisou de cirurgia. Quando coloquei ele nas mãos do anestesista, entreguei meu coração àquele veterinário. Quando o médico veio com ele pelo corredor após a cirurgia, chamei “filhote!” e Galileu ainda grogue e sem enxergar direito, levantou a cabeça me procurando.

Nos últimos dois anos foram 4 cirurgias nas duas articulações coxo-femorais. Na última, em março deste ano, concordei que a colocefalectomia era necessária. Galileu voltou para casa sem a cabeça do fêmur esquerdo. No dia seguinte já caminhava. Dez dias depois, na revisão, o veterinário ficou impressionado com a recuperação do meu filhote de 11 anos.

Apesar de todo esse sofrimento ele nunca ficou de mau humor, nem parou de abanar o rabo. Exemplo a ser seguido por nós, seres humanos.

Deus te abençoe e te dê muitos anos de vida, com muita saúde!

1 thought on “Galileu”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *